Panelinha - receitas que funcionam

Quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Ferro de músculo

Ferro de músculo

E-mail da Anaise

Olá, Márcia,

Primeiramente, quero parabenizá-la pelo site, sou apaixonada por ele!
Estou com a ferritina baixa e ouvi dizer que couve é uma ótima fonte de ferro e que a laranja facilita a absorção deste nutriente pelo organismo. Se eu fizer suco de couve com laranja consigo subir a minha taxa de ferro? Quais outros alimentos me ajudariam? Também já ouvi dizer que existem alguns alimentos que ajudam na formação da cartilagem, especialmente joelhos. É verdade?
Um abraço,

Anaise

Anaise, obrigada pelo seu e-mail. A ferritina indica o estoque de ferro do organismo. Ela pode estar baixa se você fez o exame depois de uma gripe ou logo após o período menstrual, especialmente se seu fluxo for intenso.

A couve, assim como outros vegetais verde escuros, tem ferro, sim, mas numa forma que o organismo não consegue absorver direito. Isso porque o ferro heme, de boa absorção, está presente apenas nos alimentos de origem animal, como carnes e vísceras.

Por isso, para aumentar o estoque de ferro, a idéia é comer mais carne vermelha. Simples assim. Você também pode investir num queijinho tipo petit suisse, que tem bastante ferro e é um lanche bastante saudável ou ainda em trocar seu leite por leite suplementado com ferro, vendido nos supermercados.

Para aumentar a absorção de ferro de origem vegetal, como dos feijões, lentilha e das folhas, a dica é ingerir junto algum alimento fonte de vitamina C. Assim, temperar a salada com limão e salsinha, usar a laranja no suco de couve ou finalizar a refeição com uma fatia de abacaxi são medidas simples que podem aumentar a absorção de ferro. Acerola, salsinha, pimentão amarelo, goiaba e mexerica são exemplos de outros alimentos fontes de vitamina C.

Ter alguma proteína animal na refeição também promove aumento na absorção de ferro. Daí se vê que a feijoada é um prato bastante equilibrado, já que tem carnes, couve, feijão e a laranja.

Vale citar que a beterraba, o ovo e o espinafre, ao contrário do que se pensa, são pobres em ferro.

Para a cartilagem, o ideal é ter uma alimentação com componentes formadores de colágeno. Proteínas magras, silício e vitamina C são os nutrientes que você deve buscar.

O silício você encontra na aveia, e falarei mais sobre ela em outro post. A maioria dos vegetais e frutas contém boa quantidade de vitamina C. Caldos de carne, que gelatinizam, são ricos em colágeno, assim como o mocotó e o músculo. Aqueles supostos “nervinhos” transparentes entremeados na carne são, na verdade, colágeno puro. Já a gelatina comercial é açúcar e corante. Evite.

Veja aqui três ótimas receitas com músculo, para você incluir na sua alimentação:

Ensopado de carne ao vinho tinto

Polenta mole com ragu de carne

Salada de carne desfiada e cevada

>> Postado por Marcia Daskal 11:43

PERFIL
  • A nutricionista Marcia Daskal adora comer. Nunca concordou em ter que cortar coisas gostosas da alimentação e classificar os alimentos como bons ou ruins. A autora de 3 livros, entre eles, Assim ou Assado, e proprietária da Recomendo - Assessoria em Nutrição e Qualidade de Vida.

PUBLICIDADE